Conforto térmico: o que deve ser considerado na temperatura certa?

Quase metade da energia consumida por família na França vem de sistemas de aquecimento doméstico.Porém, se pequenos investimentos forem feitos para otimizar seu consumo, você poderá economizar até € 100 na conta do aquecimento durante o inverno.De acordo com especialistas, a temperatura certa para obter melhor conforto térmico está entre 16 e 19 graus Celsius.Além disso, você também deve saber que para atingir essa eficiência, não é apenas uma questão de adotar o sistema de aquecimento adequado.Também é afirmado que a perda de calor é a causa da perda de calor em uma casa.A maioria dos vazamentos de calor ocorre no telhado e nas aberturas.Portanto, medidas devem ser tomadas para reduzir perdas e minimizar gastos com a conta de energia.

Perdas de calor devido à perda de calor

A perda de calor costuma ser a causa da baixa temperatura em uma casa. Essas perdas são devidas ao isolamento térmico e à envolvente do edifício deficientes. Esses casos podem levar a pontes térmicas, infiltração de ar e umidade ou mesmo permeabilidade da estrutura.

Vazamentos de calor pelo telhado constituem 30 % de perda de calor devido a sótãos mal isolados, falta de isolamento do último teto ou vazamentos de ar das telhas.

Paredes mal isoladas representam um quarto do calor perdido em uma casa. Paredes ocas ou finamente isoladas são as causas de falhas térmicas na estrutura de uma casa.

Existem ainda os envidraçados ao nível das portas e janelas que geram 15 % de perda de calor devido à espessura do envidraçamento ou ao desenho das caixilharias em termos de isolamento.

Pisos baixos ou mal isolados também podem representar 15 % de perda de calor, pois são propensos a gerar uma ponte térmica e uma sensação de frio em contato com o ar e a umidade externa.

Execute um DPE para detectar as fontes de perda de calor

A resolução destes problemas consiste em proceder a uma renovação energética centrada no desenvolvimento destes elementos.Seguindo um balanço energético, tecnicamente conhecido como diagnóstico de desempenho energético (dpe), é possível detectar todos os pontos fracos da casa que permitem a saída de calor.Desde a escolha do isolamento para isolar as paredes, sótão e piso, passando pela gestão dos fluxos de ar ambiente e a ventilação controlada em cada divisão, esta é uma operação que geralmente diz respeito a toda a casa.Não esqueceremos nem a instalação de divisórias isoladas e opacas, a calafetagem e a instalação de portas e janelas com vidros duplos ou triplos. 

O ar condicionado reversível: nem quente nem frio!

Para estar na temperatura certa em todas as estações, o condicionador de ar inverter pode ser a solução mais adequada. Este sistema de aquecimento é conhecido por ser versátil e capaz de proporcionar melhor desempenho térmico. Ao garantir a difusão de uma temperatura interna estável e um fluxo de calor uniforme em todos os cômodos, a eficiência energética da casa aumentará para ser capaz de fornecer um bom fluxo de calor no inverno e mais frio no verão. Com este sistema reversível que é o Inversor Clim, você poderá controlar melhor sua conta de energia e evitar gastos com aquecimento e ar frio útil durante os períodos de calor.