Como escolher sua adega?

Nem sempre é fácil guardar suas garrafas de vinho, principalmente quando você não tem uma adega. Quer saber como escolher? Então você veio ao lugar certo!

Quer você seja um enófilo esclarecido ou um simples amante de vinhos finos, você precisa de uma adega para guardar suas garrafas (veja nossa seleção das melhores adegas) Sua primeira função é manter suas pepitas nas melhores condições possíveis. Ele vem em diferentes formas, funções e custos. Além destes critérios de seleção, que podem ser muito subjetivos, como você deve proceder para escolher a sua adega?

Descubra passo a passo em que se basear para fazer uma boa escolha.

Minha adega

Para não cometer erros na escolha da sua adega, deve focar-se em algumas características muito importantes que ela deve ter. Esses são :

  • Ausência de luz: é muito importante que as garrafas fiquem imersas no escuro, pois a luz pode oxidar o vinho.
  • Ausência de vibrações: em geral, os vinhos não dão o seu melhor num ambiente sujeito a vibrações. Eles podem até ser muito prejudiciais para os vinhos para fixar, que podem deteriorar sua composição química.
  • A temperatura certa: a adega ideal deve ser capaz de armazenar o vinho entre 10 e 14 ° C.
  • Umidade bem controlada: aliás, deve estar entre 55 e 80%, para que o precioso líquido não seja condenado.
  • Ar saudável: a atmosfera em que suas garrafas são armazenadas deve ser pura. Os cheiros fortes não devem, portanto, entrar em contacto com o vinho, sendo imprescindível preservar o seu sabor.

Entre estética e praticidade

É muito provável que se depare com este dilema ao escolher a sua adega. Quer se trate de dimensões, capacidade de armazenamento ou mesmo consumo de energia, os gostos também entram em jogo. De acordo com as estatísticas, 80% das vendas de adegas referem-se àquelas com portas sólidas. Ao contrário do que se possa pensar, as portas de vidro não são as mais eficientes em termos energéticos.

Evite-os a todo o custo e prefira uma adega com porta sólida para envelhecer os seus vinhos nas condições mais adequadas. Além disso, certifique-se de que suas paredes internas são feitas de metal, para que você possa regular adequadamente a umidade. Se você encontrar adegas com um higrômetro, poderá usá-lo sem medo. Isso permitirá um melhor gerenciamento da umidade e suas garrafas de vinho terão um bom desempenho.

Em última análise, a escolha do armário para vinhos deve ser baseada em cinco critérios principais. São eles a higrometria, a capacidade real e também a modularidade. Você também vai adicionar o consumo anual da adega, bem como seu preço. Todos os outros critérios, como estética e funções avançadas, são puramente subjetivos e, portanto, dependem do gosto individual. O mais importante é que os seus frascos sejam armazenados nas melhores condições.